//
você está lendo...
PAINEL, regional

Ex-vereador de Ipaumirim acusado por tráfico de drogas é recebido com carreata e fogos; Relembre o caso.

O ex-vereador de Ipaumirim VanderlanJorge Leandro, o Vando, de 43 anos, ganhou liberdade nesta terça-feira (27),após quatro anos e quatro meses preso em Juazeiro do Norte. Ele foi recebidopor parentes e amigos ainda na BR-230 e seguiu em carreata por 7 km até ocentro de Ipaumirim em meio a um verdadeiro foguetório descendo do carro porvolta das 23 horas. Ele é acusado do envolvimento com o tráfico de drogas e foicondenado a 12 anos de reclusão pelo juiz Francisco Marcello Alves Nobre.

Na sentença, a justiça recomendou a perda do seumandato conquistado com 289 votos, pelo PTB, nas últimas eleições municipais,mas a informação é que Vando não só quer o cargo de volta, mas todo o dinheiroque deixou de receber. Também pregou aviso de que é candidato nas eleiçõesdeste ano. Pessoas próximas do vereador pregam inocência do mesmo isentando-ode culpabilidade na descoberta de um plantio de maconha em terras de suapropriedade no Sítio Saco do Lacerda na zona rural de Ipaumirim.

Relembre o Caso
A condenação do vereador se deu noentendimento do juiz por associação ao tráfico e tráfico de drogas juntamentecom outras seis pessoas, sendo a maioria da chamada região do “polígono damaconha” no sertão do Pernambuco. Na época, dono do Posto de CombustívelTapetão e da Churrascaria Ponteio, ele foi preso no dia 25 de novembro de 2008após a Polícia Federal encontrar 250 kg de maconha pronta para a venda,estocados em um depósito na área do plantio.

Em outra operação realizada pela PF 23 dias após,no Sítio Serrinha na zona rural de Ipaumirim, foram encontradas mais umatonelada e meia de maconha prensada que seriam provenientes da mesma roça. Emfuga e já na zona rural de Aurora os federais prenderam mais duas pessoas eoutra tombou morta em tiroteio, no caso, Joselmo José da Silva, o Alemão, de 28anos, que era de Belém de São Francisco (PE). Outros dois envolvidos forampresos no município de Milagres.

O vereador ficou recolhido em uma cela especial do2º BPM e o Site Miséria chegou a denunciar regalias, pois foi visto fazendo usode aparelhos celulares. No dia 1º de janeiro de 2009 ele ganhou autorização dajustiça para ser empossado no cargo em Ipaumirim para onde foi escoltado porpoliciais militares e retornou a Juazeiro. No dia 17 de janeiro, ele cobrou dajustiça o direito de legislar freqüentando normalmente as sessões enquantoaguarda um pronunciamento do poder judiciário.

No dia 1º de fevereiro a Câmara de Ipaumiriminstalou o período legislativo com um vereador a menos, porém, dia 12, a entãopresidente Maria Flaucineide Vieira, a Cineide, empossou o suplente RobertoPaulo Jorge Barbosa (PMDB) com a presença de PMs no plenário para evitartumultos. Só no dia 5 de maio do ano passado, Vando deixou o 2º BPM, pois não tinhadireito a cela especial. Sem diploma de curso superior e nem título deautoridade, foi transferido para a Penitenciária Industrial e Regional doCariri (PIRC), onde permaneceu até ontem.
DaRedação do Portal Fatos e Fotos
commiséria.com.br
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: