//
você está lendo...
PAINEL, SANTA HELENA

Duas empresas começarão escavações de poços de petróleo em SH e outras duas cidades. VEJA!

Mais dois novos consórciosvão iniciar as perfurações de poços de Petróleo nas cidades de Santa Helena, Triunfoe São João do Rio do Peixe. A Bacia do Rio do Peixe vive nova expectativa sobreexploração de petróleo. Nos próximos meses, os consórcios Univen Petróleo/RalEngenharia e Cowan Petróleo e Gás/Lábrea Petróleo deverão iniciar perfuraçõesde poços na região e a esperança dos representantes das empresas é de encontrarresultados diferentes dos da Petrobras e da UTC Engenharia, que não obtiveramsucesso na exploração de petróleo no Sertão do Estado.
Segundoo diretor-presidente da Univen Petróleo, Maurício Somera, a empresa já possui olicenciamento ambiental e já concluiu os estudos sísmicos, faltando apenasavaliar as alternativas técnicas e identificar os tipos de sonda maisapropriados para iniciar a perfuração. “Concluímos nossos estudos sismológicose os resultados foram muito satisfatórios. Dada a formação rochosa da área, háuma probabilidade muito boa de acúmulo de petróleo na região”, comentou oexecutivo, acrescentando que no estudo sismológico foi utilizada a tecnologia3D (em três dimensões), que é capaz de oferecer resultados mais precisos.
Para ter tempo hábil paraa perfuração dos poços, Somera informou que foi solicitada à Agência Nacionalde Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a ampliação do prazo paraexploração da área, que, conforme os contratos do Programa Exploratório Mínimo,seria encerrado neste mês. “A ANP já nos concedeu a ampliação do prazo atédezembro e este é o tempo hábil para que possamos perfurar os poços”, informou.
Segundo a assessoria daANP, dos cinco lotes que a Univen/Ral solicitou prorrogação, dois lotes tiveramprorrogação até 6 de maio e outros três até 30 de novembro deste ano. Os lotesficam localizados nos municípios de Santa Helena, Triunfo e São João do Rio doPeixe, Sertão da Paraíba.
Com relação à esperança deobter resultados diferentes dos encontrados pela Petrobras e pela UTC (queperfuraram os primeiros poços na região da Bacia do Rio do Peixe e nãoencontram petróleo com viabilidade comercial), Somera comentou que alocalização dos lotes arrematados para exploração pode ser o diferencial. “Oslotes que arrematamos estão na parte central da Bacia. As outras empresasarremataram lotes que estavam mais nas bordas da Bacia e o risco deles era maior”,declarou, acrescentando que inicialmente a empresa deverá perfurar quatropoços, com profundidade mínima de dois mil metros e investimentos de cerca deR$ 40 milhões.
Novos consórcios
O outro consórcio quedeverá iniciar também neste ano a perfuração de novos poços na Bacia do Rio doPeixe, o Lábrea/Cowan, informou que está aguardando o término do processo delicenciamento ambiental para iniciar os trabalhos de perfuração. “Após aliberação da Licença Ambiental é que poderemos dizer quando os poços começarãoa ser perfurados”, informou o diretor-executivo da Cowan Petróleo e Gás,Guilherme Santana.
Santana também revelou terboas perspectivas em relação aos resultados da perfuração por causa dalocalização dos poços, embora tenha revelado que ficou receoso após asperfurações realizadas pela Petrobras e pela UTC. “Ficamos um pouco com um péatrás para tomar a decisão de perfurar o poço. Apesar do local e do municípioser outro, a Bacia do Rio do Peixe é a mesma. Contudo, temos esperança quedesta vez possamos ter sucesso na tentativa”, declarou, acrescentando que olocal da perfuração do consórcio Cowan/Lábrea será na região Sudeste da Baciado Rio do Peixe. Já a Petrobras e UTC Engenharia cavaram, sem sucesso, poços naregião Oeste da Bacia.
Fracassos
No primeiro bimestre do ano passado, a Petrobras explorou três poços no blocoarrematado na zona rural do município de Santa Helena, enquanto a empresa UTCEngenharia perfurou dois poços em uma área pertencente ao município de Triunfo.Tanto a Petrobras como a empresa UTC Engenharia já entregaram os blocosexplorados no ano passado à ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural eBicombustível), após cumprirem o contrato de Programa de Exploração Mínima(PEM), assinado com a ANP.
Da Redação do Portal Fatose Fotos
com Jornal da Paraíba

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: