//
você está lendo...
NOTICIAS, PARAIBA

ALERTA: Paraíba tem primeiro caso de Gripe A confirmado; saiba o que fazer para se prevenir

Um paciente de 52 anosque mora em Guarabira, no Agreste, é a primeira vítima confirmada da gripe Aesse ano na Paraíba. Ele deu entrada no Complexo Hospitalar Clementino Fraga,na capital, no último dia 8 de março, mas só na última sexta (16) é que o o InstitutoEvandro Chagas, no estado do Pará, confirmou que se tratava da H1N1. O homem járecebeu alta e passa bem.

Segundo a gerente executiva de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado daSaúde, Júlia Vaz, o paciente chegou a unidade médica com febre, dor degarganta, tosse e síndrome respiratória aguda grave. “O médico que oatendeu suspeitou da doença porque o paciente não tinha histórico de doençasrespiratórias na família e também por causa dos surtos que tem acontecido emestados próximos, como Ceará e Rio Grande do Norte”, completou.


No estado, as unidades médicas de referência para tratamento da doença são oHospital Universitário Lauro Wanderley e agora também o Clementino Fraga.”Por enquanto não há suspeita de novos casos. Mas é importante ficaralerta porque o vírus está circulando”, disse Júlia Vaz.

Segundo informações da gerente de vigilância em saúde, a secretaria de estadoenviou nota técnica para todas as secretarias municipais de saúde comrecomendações de prevenção para profissionais e população em geral:

Para população:

Lavar as mãos com água esabão, especialmente antes das refeições, após tossir ou espirrar.

Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com lenço descartável.

Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.

Não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca.

Para os profissionais:
Notificar de imediato aoCentro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do estado oatendimento de qualquer caso suspeito através do telefone (83) 88282522(disponível 24hs, todos os dias da semana e feriados);

Solicitar de imediato a SES / PB através do telefone de plantão acima citado acoleta de amostra de secreção nasofaringea (swab de raion ou aspirado) paratodo caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG, de preferência, antes doinicio do tratamento com o antiviral.

Da Redação do PortalFatos e Fotos

com Jornal da Paraíba

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: