//
você está lendo...
BRASIL, regional

Cearense faz sucesso com carro que ele mesmo criou. Confira!

Quando o mecânico e marceneiro Francisco Areudo da Silva, 31 anos, resolveu construir o seu próprio transporte sobre quatro rodas jamais imaginava chamar a atenção de tanta gente. Ao sair para testar o veículo na comunidade de Santa Isabel, distante cerca de 40Km do Centro de Quixeramobim, onde reside, logo a sua engenhoca de madeira, coberta com fórmica, movida com motor e pneus de motocicleta, chamou a atenção dos amigos e vizinhos. O técnico em eletrônica, Francisco Cezar Lima Pinheiro foi um deles. Impressionado com a criatividade resolveu levá-la ao conhecimento do mundo, através da internet.

Quando o mecânico e marceneiro Francisco Areudo da Silva, 31 anos, resolveu construir o seu próprio transporte sobre quatro rodas jamais imaginava chamar a atenção de tanta gente. Ao sair para testar o veículo na comunidade de Santa Isabel, distante cerca de 40Km do Centro de Quixeramobim, onde reside, logo a sua engenhoca de madeira, coberta com fórmica, movida com motor e pneus de motocicleta, chamou a atenção dos amigos e vizinhos. O técnico em eletrônica, Francisco Cezar Lima Pinheiro foi um deles. Impressionado com a criatividade resolveu levá-la ao conhecimento do mundo, através da internet.

Entretanto, tanto Areudo como Cezar garantem não haver qualquer relação do “Caveirão de Quixeramobim”, como a invenção está ganhando fama, à greve da Polícia Militar do Ceará, desencadeada exatamente quando o veículo especial começou a aparecer no Youtube, no fim do ano passado.




O vídeo original já estava com quase 10 mil acessos até a publicação desta edição. Foi enviado no dia 27 de dezembro. É tão criativo quanto a geringonça do inventor. Sobre o “Caveirão”, Arleudo explica ter gasto aproximadamente R$ 3 mil e cerca de três anos de seu tempo. Pretendia apenas passear com sua esposa, Jane Meire, e a filha Williane, de 10 anos, sem levar sol nem chuva. Com os consertos das motocicletas dos vizinhos e alguns trabalhos de marcenaria não ganha mais de R$ 600,00. Ainda tira uma renda extra, ajudando o pai na lavoura quando o inverno chega. Mas as economias são suficientes apenas para sustentar a família. Não dá sequer para pagar um consórcio dos mais baratos. “Fama eu já estou vendo que ganhei. Falta só ganhar dinheiro, porque promessa tem muita”, afirma o inventor.

Velocidade

Ele se refere a propostas para utilizar seu invento como alegoria carnavalesca na cidade. Um vereador de Quixeramobim, Aluísio Cosmo, também demonstrou interesse em utilizar o veículo na campanha eleitoral deste ano. Afinal, o “Caveirão” tem até paredão de som, com DVD. Para ficar completo falta apenas o estepe, macaco e extintor de incêndio. O cinto de segurança ele já está providenciando. Deve ser de borracha de pneu de motocicleta. É preciso tomar cuidado, porque apenas com 180 quilos de peso o veículo pode chegar a uma velocidade de até 50Km/h.

O restante dos acessórios saiu da própria carpintaria. O chassi foi feito com uma cantoneira de alumínio. As fechaduras são de porta de residência mesmo. O resto foi se aprumando á medida que procurava a altura ideal para o corte do compensado de madeira para montar a carenagem. Antes, fez um esboço, o designer, em um pedaço de madeira. Os traços foram inspiração dele mesmo, disse o inventor de Quixeramobim, revelando ter nascido na cidade vizinha, Senador Pompeu, mas ainda pequeno, seguiu com os pais adotivos, para a atual morada.

Em julho de 2008 o Diário do Nordeste publicou reportagem sobre o “Letreka”, por se dizer um modelo conversível do “Caveirão”. Hoje, o veículo criado por outro inventor, Francisco Valdemar Santos, de Juatama, em Quixadá, está abandonado. Assim como Areudo, ele tem a mania de inventar coisas que ajudem no cotidiano.

Fonte: Diário do Nordeste

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: