//
você está lendo...
PARAIBA

Paraíba tem maior variação de preço de materiais de construção no país

A alta no preço dos materiais de construçãocomercializados na Paraíba fez com que o estado registrasse a maior variaçãomensal do país no Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices daConstrução Civil (Sinapi), 0,81%. A pesquisa referente ao mês de setembro foidivulgada nesta sexta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia eEstatística (IBGE). De acordo com os dados, a alta nos materiais chegou a 1,35%na Paraíba.
Em relação aos dados nacionais, o IBGE constatou que o Sinapivariou 0,19% em setembro, avançando 0,05% em relação a agosto (0,14%). O custonacional da construção por metro quadrado passou de R$ 801,11 em agosto para R$802,66 em setembro, sendo R$ 443,73 relativos aos materiais e R$ 358,93 àmão-de-obra.

Aparcela da mão-de-obra apresentou variação de 0,25%, subindo 0,29 pontopercentual em relação ao mês anterior (-0,04%). Já os materiais registraram umadiferença de 0,13 ponto percentual, desacelerando de 0,28% em agosto para 0,15%em setembro. No ano, a mão-de-obra subiu 8,28%, enquanto os materiaisregistraram 2,04%. Os acumulados em 12 meses foram: 9,94% (mão-de-obra) e 3,49%(materiais).
Por regiões
A região Centro-Oeste, com alta de 0,32%, ficou com a maiorvariação regional. As demais regiões apresentaram resultados relativamentepróximos: 0,19% (Sudeste); 0,18% (Norte); 0,18% (Sul); e 0,17% (Nordeste).
Oscustos regionais por metro quadrado foram: R$ 841,11 (Sudeste); R$ 802,92(Centro-Oeste); R$ 802,38 (Norte); R$ 799,67 (Sul); e R$ 757,43 (Nordeste). NaParaíba, o custo da construção por metro quadrado ficou em R$ 773,63 emsetembro.
Comrelação aos acumulados, a região Centro-Oeste se destacou por apresentar amaior variação no ano, 6,55%, além da maior variação nos últimos 12 meses,7,33%.
Sinapi 
De acordo com o IBGE, o Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices daConstrução Civil (Sinapi), criado em 1969, tem como objetivo a produção deinformações de custos e índices de forma sistematizada e com abrangêncianacional, visando à elaboração e avaliação de orçamentos, como tambémacompanhamento de custos.
Em2002, o Congresso Nacional aprovou, através da Lei de Diretrizes Orçamentárias(LDO), a adoção do Sinapi como referência para delimitação dos custos deexecução de obras públicas.
G1 PB
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: