//
você está lendo...
PARAIBA

AFAGO: Maranhão se inspira em Shakespeare e elogia Cássio

O ex-governador José Maranhão (PMDB) recebeu no final da manhãde hoje algumas filiações a seu partido. As mais expressivas registradas nodiretório municipal de João Pessoa foram as dos ex-vereadores Marconi Paiva ePadre Adelino.
Em entrevista à imprensa, o peemedebista foi instigado acomentar assuntos da crônica política atual e surpreendeu, por exemplo, aoelogiar o adversário Cássio Cunha Lima (PSDB), cuja cassação aconteceu a pedidode sua coligação e em cujo vácuo chegou, pela terceira vez ao Palácio da Redenção,em fevereiro de 2009.
Ao ser informado por um jornalista de que Cássio teria admitido,em uma conversa informal, o apoio à pré-candidatura de Cícero Lucena mesmosabendo da simpatia e eventual aliança de Maranhão com o PSDB, o ex-governadorpeemedebista comentou:
– Cássio está fazendo uma análise de um político maduro eequilibrado. Nós não temos questões pessoais nenhuma. As divergências sãomeramente políticas. Todos sabem que eu apoiei Ricardo Coutinho duas vezes esabem as posições de Ricardo, que está no Governo do Estado. Em política, comono amor, não sei se a frase é de Shakespeare.
Sobre a saída de Trocolli Junior do partido, Maranhão comentouque essa resposta quem vai dar é o diretório municipal de Cabedelo.
“Não tenho conhecimento das queixas do deputado. O diretório doPMDB deu a ele todo o apoio e solidariedade. Na política, como no amor, nãoraro se processa a união dos contrários. Até porque a democracia é plural.Regime de partido único só nas ditaduras. Na democracia, você tem umamultiplicidade de partidos e a natureza das eleições majoritárias com segundoturno prevê a oportunidade para quem se enfrentou no primeiro turno, se comporpara que o candidato vitorioso tenha uma base que permita a governabilidade. Nademocracia, não devemos nos colocar em posição rancorosa de inimigos para avida toda. Não é nem cristã essa proposta! Todos agimos com espírito abertopara o entendimento até com os adversários”, disse.
Maranhão também foi perguntado a respeito de sua pré-candidaturaa prefeito de João Pessoa e de um eventual desgaste caso venha a perder opleito:
– Eu só temo a Deus! Tenho todas as razões para confiar no povode João Pessoa. Sou candidato e pode vir o trem do outro lado
O líder do PMDB negou estremecimento com Manoel Júnior e disseque está “absolutamente entrosado” com o colega:
– Só quem não conhece minha relação com Manoel Júnior podeimaginar que haja com ele qualquer nota destoante.  
Da Redação do Santa Helena Fatos&Fotos
com pbagora
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: