//
você está lendo...
PARAIBA

Cuba quer comprar calçados paraibanos para abastecer demanda

O ministro do Comércio Exterior e Investimentos Estrangeirosde Cuba, Rodrigo Malmierca Diáz, afirmou que seu Governo está de braços abertospara estabelecer relações comercias que beneficiem Cuba e o Brasil.Particularmente em relação à Paraíba, o ministro disse que Cuba tem interesseem estimular a compra de calçados paraibanos para abastecer o mercado interno,que tem grande demanda.

Na tarde desta segunda-feira (19), o ministro RodrigoMalmierca recebeu o governador Ricardo Coutinho e a delegação paraibana que seencontra em Cuba com objetivo de conhecer as oportunidades do país e iniciarrelações comerciais com o país caribenho. O governador Ricardo Coutinho avaliouo encontro como um começo para estreitar as relações entre a Paraíba e Cuba.
“Estamos aprendendo sobre Cuba e plantando sementes paracolhermos em forma de desenvolvimento lá na frente. Existem muitas semelhançasno povo, na música, na cultura, no clima, e espero que esse seja um bom começode uma relação duradoura, efetiva e boa tanto para Cuba como para a Paraíba”,destacou Ricardo.
O interesse de Cuba nos calçados paraibanos animou osempresários do setor calçadista que integram a missão comercial Paraíba-Cuba,João Bosco Florêncio (Jotabê Indústria e Comércio de Calçados), AirtonFigueirêdo (Indústria e Comércio de Calçados Jusceman), Eduardo Almeida Souto(Calçados Hawaí) e José Saad Filho (Samara Calçados Infantis).
Somente duas empresas brasileiras, uma delas as sandáliasHavaianas, localizada na Paraíba, distribuem calçados para Cuba. De acordo como ministro do Comércio Exterior, este é um grande momento para estreitar asrelações entre Cuba e o Brasil, tanto pela atualização do sistema econômicocomo pelo crescimento da indústria de Cuba, e também pelas característicassimilares com o Nordeste brasileiro.
Ele citou a necessidade de modernização para o melhoraproveitamento do setor sucroalcooleiro e tomou conhecimento que a Paraíbapossui tecnologias nesse setor. Malmierca destacou o desenvolvimento daindústria farmacêutica de Cuba e a intensificação da transferência detecnologia na área de saúde para o Brasil como, por exemplo, a medicação contrao pé-diabético. “Estaremos recebendo esta semana o ministro da Saúde do Brasil,Alexandre Padilha, e vamos construir uma parceria na área de saúde quebeneficie os dois países”, ressaltou Malmierca.
Saúde – O governador Ricardo Coutinho demonstrou interesse nacompra de medicamentos desenvolvidos pelo Centro de Biotecnologia de Cuba paratratamento de pé-diabético e câncer do pulmão. Ele destacou que as duas doençasregistram grande incidência na Paraíba e a contrapartida desse investimentoseria importante na redução do número de amputações e no tempo do tratamento docâncer de pulmão.
Turismo – Ricardo também defendeu o aumento do número de vôosdiretos do Brasil para Cuba para estimular o turismo e as oportunidades entreos dois países. O ministro Rodrigo Malmierca destacou o crescimento do turismoem Cuba que este ano recebeu mais de 2 milhões de visitantes devido à boainfraestrutura de hotéis. Disse, entretanto, que é necessário aumentar o fluxode turistas brasileiros com a inclusão de novos vôos diretos entre os doispaíses.
Empresários prospectam negócios e pretendem exportar 
O empresário Airton Figueiredo, da indústria de calçados Jusceman, vê como umapossibilidade concreta da empresa voltar a fornecer calçados para Cuba. Osfatores culturais e a grande demanda de calçados no país justificam essaconfiança no retorno dos negócios. Ele informou que sua empresa já exportoupara Cuba, mas acabou deixando devido à queda do Real na época.
“Com a missão comercial estamos fazendo essa prospecção pararetomar as vendas e distribuir aqui nossas linhas de calçados, além de ajudaroutros empresários a seguirem o mesmo caminho. Estamos retomando contatos comos importadores cubanos e a perspectiva é muito boa”, explicou AirtonFigueiredo.
O prefeito de Sousa e empresário Fábio Tayrone destacou queexiste uma perspectiva de entrada de empresas paraibanas em Cuba e um mercadoaberto para artigos produzidos na Paraíba como calçados, papel, tecnologias dosetor sucroalcooleiro e na própria logística de distribuição de alimentos que éprecária na ilha.
“A Paraíba ensaia essa parceria de maneira inédita com opróprio governador comandando uma delegação abrindo as portas dos ministérios eembaixada para que os empresários possam identificar as potencialidades deintercâmbio nas áreas de saúde, educação, agricultura e turismo”, completou.
 
Da Redação do SantaHelena Fatos&Fotos
com SecomPB
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: