//
você está lendo...
litoral, PARAIBA

Boatos de invasão causam pânico e suspendem aulas em 16 escolas em João Pessoa. VÍDEO

Boatos não confirmados de que haveria invasões e arrastões em escolas prejudicaram as aulas em pelo menos 16 colégios de João Pessoa, ontem. Autoridades policiais e da Educação não conseguiram identificar a origem dos boatos, que foram aribuídos a um grupo criminoso que se autodenomina de ‘Al Qaeda’.
O pânico gerado pelos boatos se desencadeou em várias unidades escolares. Alunos voltaram para casa e, em muitos casos, pais não permitiram que fossem às aulas. No Sesquicentenário, pertencente à rede estadual, 700 alunos ficaram sem aulas ontem: “Tivemos que liberá-los por causa dos boatos. Os pais ligavam constantemente, alguns nem deixaram seus filhos frequentarem às aulas e outros vieram pegar seus filhos. Tranquilizamos a todos de que não recebemos ameaça alguma, mas a onda de pânico afetou muita gente”, explicou a diretora Maria das Dores.

Sem invasões

As secretarias de Educação Estadual e Municipal, além da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social, descartaram qualquer invasão. No Twitter, o episódio do Lyceu Paraibano, que teria sido invadido por dois adolescentes armados (informação não confirmada) chegou ao segundo lugar entre os assuntos mais comentados em João Pessoa.

http://s.videos.globo.com/p2/player.swf

“Não houve materialização alguma da ‘Al Qaeda’ em nenhum dos fatos noticiados até agora. Notabilizamos ações de grupos isolados de traficantes que querem amedrontar a sociedade”, reforçou o comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller de Assis Chaves.

Segundo o coronel Euller, uma das escolas suspendeu aulas ontem devido à morte de um dos professores e, a partir de boatos não confirmados, a onda de pânico se instaurou saindo de escola em escola. “É preciso restaurar a tranqüilidade dos pais, profissionais das escolas e alunos. A PM está presente nas unidades de educação e vai continuar. É preciso avaliar e apurar a veracidade de qualquer notícia divulgada em veículos de comunicação e em redes sociais da internet. Se não tivermos essa responsabilidade, perderemos essa luta”, destacou, informando que o Código Penal prevê penas para a apologia a criminosos.

Visitas

Hoje, o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra e a secretária de educação da cidade, Ariane Sá, visitarão as escolas do município que foram ‘ameaçadas’. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação Municipal, a lista das unidades de ensino e os horários das visitas ainda serão divulgados nesta manhã.
Onde chegou a onda de boatos

Alto do MateusEscola Municipal Ana NeryEscola Municipal Luiza Lima LoboEscola Municipal Severino Patrício

Escola Estadual Claudina Mangueira de Moura

CentroColégio Estadual Lyceu ParaibanoInstituto de Educação da Paraíba (IEP)Escola Estadual Professora Argentina Pereira Gomes

Escola OLivina Olívia

ManaíraEscola Estadual Alice Carneiro

Escola Municipal de Ensino Fundamental Nazinha Barbosa

Cruz das ArmasEscola Municipal Zulmira de NovaisEscola Municipal Almirante Barroso, na Comunidade do Baleado

Escola Estadual Papa Paulo VI

Bairro das Indústrias – Cidade Verde

Escola Municipal Anaíde Beiriz

Bairro dos Novaes

Escola Municipal Oscar de Castro

Pedro Gondim

Escola Sesquicentenário*


Da Redação do Santa Helena Fatos&Fotos
com o Paraiba Hoje e vídeo do G1PB

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: