//
você está lendo...
ERIC VITORIANO

Contraponto

Por Eric Vitoriano Rolim, 21 anos, Estudante de Análise de Sistemas pelo Instituto Federal da Paraíba.





Bem vindo à Santa Helena?

O descaso histórico com as principais vias de entrada da cidade.                                                                                                                                                                                        
Diz o ditado que: “a primeira impressão é a que fica”. Será?
Como bom santelenense, torço intensamente para que as coisas não sejam bem assim, pois se forem, nosso município definitivamente está muito mal servido de cartão de visitas.
Quando viajamos por aí – independente de para onde vamos ou por qual estado estamos passando – ficamos habituados com as famosas plaquinhas de: “Bem vindo à…” e “Volte Sempre”, inúmeras vezes adornadas por belas praças, jardins e até portais, sempre no intuito de aconchegar o visitante e procurar causar a melhor imagem possível.
Bem, gostaria muito de estar errado, mas ao que me parece, essa não é bem a situação que se vê na nossa amada cidade. Em duas de suas principais vias de acesso o que sê observa é simplesmente estarrecedor: De um lado, um lixão, quase sempre cheio de animais mortos e infestado de urubus; Do outro uma pocilga, com dezenas de chiqueiros de porcos – que exalam um cheiro absurdamente insuportável – coroada por um matadouro, onde em frente se  acumula uma espécie de lama podre, especialmente durante a época das chuvas.
Agora imaginem, qual o conceito que um visitante – mesmo aquele que está só de passagem – leva da nossa cidade ao ver tamanha vergonha? E um turista, que veio pra conhecer, será que vai querer voltar? E aquele parente, filho ausente de Santa helena, vai ter algo pra contar aos amigos, sobre sua amada cidade? Será que ele vai convidar alguém para vir conhecer sua terra natal, sendo que quando esteve aqui, a primeira coisa que viu foi um porco ou um urubu?
Antes de continuar minhas palavras, peço ao caro leitor que não confunda uma critica pontual e intencionalmente construtiva, com uma execração pública para com as autoridades municipais, pois isso não confere. Até porque essa situação não é exclusiva desse governo, pelo contrario, entra governo e sai governo, e nossos “acolhedores” acessos continuam.
Outra questão é que, durante muito tempo, foi-se quase que cultural por parte da população, jogar detritos e animais mortos no “lixão”. E o que falar dos chiqueiros então? Com fedentina ou sem fedentina, a criação de porcos é provavelmente a atividade econômica de subsistência de seus criadores (que por sinal não sei ao certo quem são), e elas não podem simplesmente deixar de existir, antes tem que ser feita uma política compensatória pra buscar uma solução justa e viável. O problema é que ninguém nunca o fez, nem acho provável que o façam.
Portais do Triunfo e Poço José de Moura
Mas então qual é a solução? E nós, o que fazemos?  Temos duas escolhas. Quando eu uso a expressão “temos” me refiro tanto à nós, meros civis, quanto às autoridades. Podemos tomar uma atitude, e passar a designar nossos esforços numa política que procure valorizar, embelezar, divulgar e zelar pelo patrimônio que é nosso. Ou podemos continuar de braços cruzados, e simplesmente prosseguir invejando cidades vizinhas como Triunfo ou Poço de José de Moura.
Você pode comparar pelas fotos. Ainda bem que elas não tem cheiro…
VEJA MAIS FOTOS AQUI

Discussão

9 comentários sobre “Contraponto

  1. Á verdade Eric é que sempre fomos presenteados com administrações, que ao envés de governa com intuito de melhorias em obras, que embeleze a nossa amada cidade como voçê citou, apenas assiste o descaso. aos governantes em especial os vereadores peço encarecidamente um carinho maior pela nossa cidade. voçê foi muito feliz nessa matéria éric boa sorte.

    Publicado por keadson lisboa | 20 de março de 2011, 15:25
  2. isto e uma vergonha sem tamnho,entra politico e sai politico e a cidade fica as trasas.pabens eric.

    Publicado por cicero | 20 de março de 2011, 16:19
  3. Parabens pelo post. Muito bem escrito e suas colocações são sim pontuais e acredito que não seja privilegio de sua amada cidade. Encontramos esta situação em diversas cidades. a resolução talvez seja 'mudarmos' a forma de agir e pensar, este pode ser o ponto mais dificil de se resolver.

    Publicado por Job_DAX_Member | 20 de março de 2011, 17:01
  4. Um bom ponto a ser discutido. Já ouvi pessoas falarem que vêm à Santa Helena pelas pessoas que aqui moram (isso é fato), mas que a estética da cidade desagradam-nas, não há atrativos e a cidade parece ser um lugar muito antigo, sem sinais de progresso. Isso certamente deve ser planejado e melhorado, o que não é muito complicado pois temos profissionais capacitados para este tipo de ação. Cabe aí à iniciativa pública tomar as decisões necessárias e agir, mas sabemos que não é um processo rápido e fácil, porém é possivel. Cabe também à população local zelar e valorizar sua cidade, mantendo as ruas limpas, conservando o patrimônio público, etc. Além de que certos serviços oferecidos à população devem ser cobrados. Vemos constantemente que muitos dos serviços oferecidos à população são ignorados por ela e essas mesmas pessoas que os ignoram reclamam e criam boatos que acabam desvalorizando e muito a imagem da cidade. Peço perdão pelo extenso comentário, mas o que cada um tem para acrescentar é o que forma a opinião pública. Eric, já te falei que sou fã de seus textos, não é? Parabéns pelo trabalho. Beijos.

    Publicado por Iêda Oliveira | 20 de março de 2011, 18:46
  5. nossa cidade está entregue as baratas.INFELISMENTE !

    Publicado por βяυησ | 21 de março de 2011, 14:00
  6. Independentemente de visão politica, religiosa ou qualquer que seja, essa questão é de extrema importancia e relevancia e é um assunto que todos devemos manifestar nossas opiniões. Existe o problema e não veio a tona agora, sempre esteve lá, resta a uma população que não reflete sobre nada tentar tentar acompanhar o raciocinio.

    Publicado por carlos | 22 de março de 2011, 18:38
  7. Parabéns Eric, pelo artigo e pela coragem de públicar. Estou esperançoso com os jovens de Santa Helena e espero que possam ser exemplo para todos os jovens do sertão que desejam e sonham com um mundo melhor mas não gozam da coragem de colocar seus pensamentos, defender seus sonhos e enquetações. Diogo teve a iniciativa de criar o site, bom saber que vocês estão dando suporte ao projeto de uma NOVA Santa Helena.Felicidade e podemos sim, fazer um MUNDO NOVO.

    Publicado por CLÁUDIO BEZERRA | 23 de março de 2011, 12:29
  8. Sara VITORIANO.Cara primo, me encho de orgulha de poder chama-lo assim, de fato tens o dom dos "Vitorianos" sobre-nome honrado e caricaturado pelo nosso saudoso avô José Vitoriano, retomamos o tempo áureo em que os bons comunicadores eram valorizados nesta cidade, que por coincidência remontam novamente a nossa ilustre família, posso até ser vista como suspeita mas orgulho tenho de carregar esse nome, e a você embora não sem tempo o reconhecimento chegou, seja sempre Vitoriano, das épocas douradas da Grã-Bretanha, sinceros, precisos, pontuais e principalmente VERDADEIROS. Parabéns…. Salve VITORIANO.

    Publicado por Apaixonante | 23 de março de 2011, 13:38
  9. Queria agradecer os comentarios elogiosos. Agradeço ainda mais pela reflexão que se percebe pelos comentarios. Obg.

    Publicado por Eric Vitoriano | 25 de março de 2011, 15:22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: