//
você está lendo...
PARAIBA

Vale dos Dinossauros está prestes a ter o mesmo fim dos dinossauros: a extinção.

Era para se transformar num parque turístico de renome internacional. Era para estar inserido no rol das principais atrações turísticas do Brasil. Através dele Sousa deveria ter, entre tantos exemplos que temos por ai, uma economia pujante por conseqüência do dinheiro deixado no comércio da cidade por parte de quem viesse visitar o Vale dos Dinossauros. Era…Infelizmente não é.

A nossa rara preciosidade denominada de Vale dos Dinossauros, até parece que está predestinado a ter o mesmo fim dos seus principais atores, os dinossauros. Senão cuidarmos logo, o Vale será apenas uma lembrança vaga na mente de quem teve a oportunidade de um dia visitá-lo.
O Vale dos Dinossauros está em processo acelerado de extinção. Toda sua infra-estrutura está comprometida a ponto de ameaçar, inclusive, a segurança dos turistas que só lá, e não mais em outra parte do mundo, conseguem resgatar um passado de 255 milhões de anos e encontrar resquícios do período Jurássico em pleno século XXI.

E com ar de decepção os turistas vão testemunhando também a falta de compromisso das autoridades competentes com a História. O que de fato também compromete o nosso grau de educação.


As passarelas estão com o piso (madeira) quebrado. Trafegar por elas é um risco. As palhoças que servem como ponto de descanso estão com o teto (palhas) estragado com ação do tempo. As replicas dos dinossauros estão comprometidas. O museu se encontra precisando urgentemente de uma reforma. E, o mais grave por se tratar da principal relíquia do Vale, as pegadas estão desaparecendo por força da erosão.


Em meio a este completo estado de abandono ainda há esperança. A Petrobras já destinou um montante de recurso na ordem de R$ 8 milhões que só serão liberados se houver o interesse do Governo do Estado e da Prefeitura de Sousa de dar inicio as obras de reforma do Vale dos Dinossauros.
Enquanto isso, vale destacar o trabalho incansável e quase voluntário de Robson Marques. Sozinho, mas movido por uma grande paixão pelo Vale, veio a se transformar no principal guardião daquela que em qualquer outra parte do mundo seria tratada, no mínimo, com respeito. Respeito ao nosso passado. A nossa Historia.

PORTAL 950

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: